terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mc 9,30-37 – Quem é o mais importante?

Saudação


- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,

a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

Preparo-me para a Leitura, rezando:


Senhor Jesus,

sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.(Bv. Alberione)



1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mc 9, 30-37, e observo pessoas, palavras, relações, lugares.
Jesus e os discípulos saíram daquele lugar e continuaram atravessando a Galileia. Jesus não queria que ninguém soubesse onde ele estava porque estava ensinando os discípulos. Ele lhes dizia:
- O Filho do Homem será entregue nas mãos dos homens, e eles vão matá-lo; mas três dias depois ele ressuscitará.
Eles não entendiam o que Jesus dizia, mas tinham medo de perguntar.
Jesus e os discípulos chegaram à cidade de Cafarnaum. Quando já estavam em casa, Jesus perguntou aos doze discípulos:
- O que é que vocês estavam discutindo no caminho?
Mas eles ficaram calados porque no caminho tinham discutido sobre qual deles era o mais importante.
Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse:
- Se alguém quer ser o primeiro, deve ficar em último lugar e servir a todos.
Aí segurou uma criança e a pôs no meio deles. E, abraçando-a, disse aos discípulos:
- Aquele que, por ser meu seguidor, receber uma criança como esta estará também me recebendo. E quem me receber não recebe somente a mim, mas também aquele que me enviou.

Refletindo
Os discípulos e seguidores de Jesus Cristo encontram alguns desafios nas relações.
O primeiro é a competição. Está na afirmação de Jesus: “Se alguém quer ser o primeiro, deve ficar em último lugar e servir a todos”. E a resposta é dada por Jesus através de uma parábola viva: segura uma criança e a põe no meio de todos. Abraça-a e diz aos discípulos que ao acolher uma criança estarão acolhendo a Ele. Parece coisa sem muita importância, sem expressão, mas quem receber a criança receberá o Cristo e, por conseqüência, recebe o Pai. Não é um gesto sem importância! Duas atitudes de suma importância para o discípulo de Jesus: colocar-se no último lugar e fazer-se servidor.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? O que mais me toca o coração?
Entro em diálogo com o texto.
Meditando
Atualizo a Palavra na minha vida, recordando os bispos da América Latina e Caribe que disseram: Para ficar parecido verdadeiramente com o Mestre é necessário assumir a centralidade do Mandamento do amor, que Ele quis chamar seu e novo: “Amem-se uns aos outros, como eu os amei” (Jo 15,12). Este amor, com a medida de Jesus, com total dom de si, além de ser o diferencial de cada cristão, não pode deixar de ser a característica de sua Igreja, comunidade discípula de Cristo, cujo testemunho de caridade fraterna será o primeiro e principal anúncio, “todos reconhecerão que sois meus discípulos” (Jo 13,35).” (DAp 138).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com o bem-aventurado Alberione:


Jesus Mestre, 

disseste que a vida eterna consiste
em conhecer a ti e ao Pai.
Derrama sobre nós, a abundância
do Espírito Santo!
Que ele nos ilumine, guie e fortaleça no teu seguimento,
porque és o único caminho para o Pai.
Faze-nos crescer no teu amor,
para que sejamos, como o apóstolo Paulo
testemunhas vivas do teu Evangelho.
Com Maria,
Mãe Mestra e Rainha dos Apóstolos,
guardaremos tua Palavra,
meditando-a no coração.
Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tem piedade de nós.


4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.
Por isso, vou eliminar do meu modo de pensar e agir aquilo que não vem de Deus,
toda pretensão de ser o maior e o melhor, de ser servido,   mas procurando servir e ajudar.
Escolho uma frase ou palavra para memorizar e repeti-la durante o dia.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.



Irmã Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br



 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Marcos 9,14-29 - "Tudo é possível a quem tem fé!"

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com Jacques Lebret:
Pai, fonte de luz e de calor,
envia-nos hoje a tua Palavra viva, e faze que
aceitemos sem medo o sermos por ela abrasados.

1.Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz? Leio, na minha Bíblia,  Marcos 9,14-29.
Quando eles chegaram perto dos outros discípulos, viram uma grande multidão em volta deles e alguns mestres da Lei discutindo com eles. Quando o povo viu Jesus, todos ficaram admirados e correram logo para o cumprimentarem. Jesus perguntou aos discípulos:
- O que é que vocês estão discutindo com eles?
Um homem que estava na multidão respondeu:
- Mestre, eu trouxe o meu filho para o Senhor, porque ele está dominado por um espírito mau e não pode falar. Sempre que o espírito ataca o meu filho, joga-o no chão, e ele começa a espumar e a ranger os dentes; e ele está ficando cada vez mais fraco. Já pedi aos discípulos do senhor que expulsassem o espírito, mas eles não conseguiram.
Jesus disse:
- Gente sem fé! Até quando ficarei com vocês? Até quando terei de aguentá-los? Tragam o menino aqui.
Quando o levaram, o espírito viu Jesus e sacudiu com força o menino. Ele caiu e começou a rolar no chão, espumando pela boca.
Aí Jesus perguntou ao pai:
- Quanto tempo faz que o seu filho está assim?
O pai respondeu:
- Ele está assim desde pequeno. Muitas vezes o espírito o joga no fogo e na água para matá-lo. Mas, se o senhor pode, então nos ajude. Tenha pena de nós!
Jesus respondeu:
- Se eu posso? Tudo é possível para quem tem fé.
Então o pai gritou:
- Eu tenho fé! Ajude-me a ter mais fé ainda!
Quando Jesus viu que muita gente estava se juntando ao redor dele, ordenou ao espírito mau:
- Espírito surdo-mudo, saia desse menino e nunca mais entre nele!
O espírito gritou, sacudiu o menino e saiu dele, deixando-o como morto. Por isso todos diziam que ele havia morrido. Mas Jesus pegou o menino pela mão e o ajudou a ficar de pé.
Quando Jesus entrou em casa, os seus discípulos lhe perguntaram em particular:
- Por que foi que nós não pudemos expulsar aquele espírito?
Jesus respondeu:
- Este tipo de espírito só pode ser expulso com oração.
Refletindo
Um homem levou a Jesus seu filho, que estava com um “espírito mudo”, dizendo que os discípulos não tinham conseguido expulsá-lo. O menino ficava agitado por causa do demônio. Jesus afirmou que "tudo é possível ao que crê".
“Eu creio”, disse o homem, e confessou sua fé insuficiente. Jesus expulsou o demônio
Em casa, os discípulos perguntaram por que eles não tinham conseguido expulsar o demônio. Jesus respondeu que aquele tipo de demônio só se expulsava com oração.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim? Neste texto, a fé aparece como dom de Deus que se conquista pela oração.A oração do pai do menino pode ser modelo de nossa oração: “Eu creio, senhor, mas ajuda-me na minha falta de fé”.No final, Jesus explica aos discípulos que também nós cristãos só podemos agir com plena força se pedirmos esta força ao Pai, em oração.Como é a minha oração? Freqüente? Confiante? Humilde?
Meditando
Disseram os bispos, em Aparecida: " Cremos e anunciamos “a boa nova de Jesus, Messias, Filho de Deus” (Mc 1,1). Como filhos obedientes á voz do Pai queremos escutar a Jesus (cf. Lc 9,35) porque Ele é o único Mestre (cf. Mt 23,8). Como seus discípulos sabemos que suas palavras são Espírito e Vida (cf. Jo 6,63.68). Com a alegria da fé somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, n’Ele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação." (DAp 103).

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? Reze ainda com Jacques Lebret:

Venha a tua Palavra, Senhor, e,
uma vez acesos nossos corações  com o teu fogo inextinguível,
nós mesmos seremos portadores deste fogo uns para os outros.
Torna-nos, Senhor, palavras quentes e luminosas,
capazes de incendiar o mundo,
a fim de que cada pessoa possa sentir-se cercada
pelas chamas infinitas do teu amor. Amém.

4. Contemplação e Missão
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? (Vida).
Quero transformar minha vida em oração para  comunicar a força, a bondade e a misericórdia  de Deus.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


domingo, 19 de fevereiro de 2017

Mt 5,38-48 - Não mais "olho por olho, dente por dente"

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando,
com todos que hoje se encontram neste ambiente virtual
e nas comunidades locais onde participam da celebração:
Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.
Que me vês e escutas as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.
Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Foste tão ofendido por mim:
eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças
que sabes serem necessárias para mim.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente na Bíblia  o texto: Mt 5,38-48.
- Vocês ouviram o que foi dito: "Olho por olho, dente por dente." Mas eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também. Se alguém processar você para tomar a sua túnica, deixe que leve também a capa. Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros. Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.
- Vocês ouviram o que foi dito: "Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos." Mas eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês, para que vocês se tornem filhos do Pai de vocês, que está no céu. Porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal. Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam que Deus lhes dê alguma recompensa? Até os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam! Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que estão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu.

Refletindo
Se você for ouvir pessoas diferentes sobre este discurso de Jesus, vai ter opiniões as mais diversas. A maioria pensa e reage com a lei de talião ou do “olho por olho, dente por dente”. A lei de talião (do latim Lex Talionis: lex: lei e talis: tal, parelho), também conhecida como pena de talião, consiste na rigorosa reciprocidade do crime e da pena — apropriadamente chamada retaliação, ou revide, ou ainda, vingança. É uma das mais antigas leis existentes. Os primeiros indícios da lei de talião foram encontrados no Código de Hamurabi (1780 a.C.), na Babilônia.
Como é a proposta de Jesus para superar a vingança? Jesus propõe uma atitude nova, diferente, com o objetivo de eliminar pela raiz o círculo da violência. A resistência ao ofensor ou inimigo não deve ser feita com as mesmas armas usadas por ele, mas através do comportamento que o desarme. Essa é a grande novidade trazida por Jesus -o mandamento do amor -  a essência do cristianismo que consiste em amar e  perdoar não só aos amigos, mas também aos inimigos
O apóstolo são Paulo também fala do assunto, no capítulo 12 aos romanos: “Amados, não façam justiça com as próprias mãos... Se o inimigo tiver fome, dê-lhe de comer, se tiver sede, dê-lhe de beber; desse modo, você fará o outro corar de vergonha. Não se deixe vencer pelo mal, mas vença o mal com o bem” (Rm 12, 19-21).


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Sinto que minha vida é carregada das cores da Palavra de Deus? Ou ainda tenho vestígios da lei de talião?  
Meditando
Minha presença é iluminadora, aponta caminhos de paz, de reconciliação e de amor? Recordo uma frase do papa Bento XVI:   a reconciliação e o perdão são, sem dúvida alguma, condições para construir uma verdadeira paz” (Sacramentum Caritatis, 89).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos e concluo, se for pela manhã, com a:
Oração da manhã
Senhor, nós te agradecemos por este dia.
Abrimos nossas portas e janelas para que tu possas
Entrar com tua luz.
Queremos que tu Senhor, definas os contornos de
Nossos caminhos,
As cores de nossas palavras e gestos,
A dimensão de nossos projetos,
O calor de nossos relacionamentos e o
Rumo de nossa vida.
Podes entrar, Senhor em nossas famílias.
Precisamos do ar puro de tua verdade.
Precisamos de tua mão libertadora para abrir
Compartimentos fechados.
Precisamos de tua beleza para amenizar
Nossa dureza.
Precisamos de tua paz para nossos conflitos.
Precisamos de teu contato para curar feridas.
Precisamos, sobretudo, Senhor, de tua presença
Para aprendermos a partilhar e abençoar!

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?  Sinto-me discípulo/a de Jesus.
“ Discipulado e missão são como os dois lados de uma mesma moeda: quando o discípulo está enamorado de Cristo, não pode deixar de anunciar ao mundo que só Ele salva (cf. At 4,12). Na realidade, o discípulo sabe que sem Cristo não há luz, não há esperança, não há amor, não há futuro(DAp, 146).

Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 

Em nome do Pai...

 

Ir. Patricia silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Mc 9,2-13 - Jesus se transfigura

Este momento é muito especial no nosso dia.
Aqui na rede da internet,
fazemos silêncio no coração e pedimos luz ao Espírito.
Rezamos com o Bem-aventurado Alberione:
Mestre,
Tu que iluminas todo homem e
és a própria verdade:
eu não quero raciocinar senão como Tu ensinas,
nem julgar senão conforme os teus julgamentos,
verdade substancial, dada a mim pelo Pai:
“Vive na minha
mente, ó Jesus Verdade


1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio atentamente,na Bíblia, a narrativa da Transfiguração em Mc 9,2-13.
Seis dias depois, Jesus foi para um monte alto, levando consigo somente Pedro, Tiago e João. Ali, eles viram a aparência de Jesus mudar. A sua roupa ficou muito branca e brilhante, mais do que qualquer lavadeira seria capaz de deixar. E os três discípulos viram Elias e Moisés conversando com Jesus. Então Pedro disse a Jesus:
- Mestre, como é bom estarmos aqui! Vamos armar três barracas: uma para o senhor, outra para Moisés e outra para Elias.
Pedro não sabia o que deveria dizer, pois ele e os outros dois discípulos estavam apavorados. Logo depois, uma nuvem os cobriu, e dela veio uma voz, que disse:
- Este é o meu Filho querido. Escutem o que ele diz!
Aí os discípulos olharam em volta e viram somente Jesus com eles.
Quando estavam descendo do monte, Jesus mandou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem ressuscitasse. Eles obedeceram à ordem, mas discutiram entre si sobre o que queria dizer essa ressurreição. Então perguntaram a Jesus:
- Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?
Ele respondeu:
- É verdade que Elias vem primeiro para preparar tudo. Mas por que é que as Escrituras Sagradas afirmam que o Filho do Homem vai sofrer muito e ser rejeitado? Eu afirmo a vocês que Elias já veio, e o maltrataram como quiseram, conforme as Escrituras dizem a respeito dele.
Refletindo
Observo neste trecho do Evangelho alguns símbolos:
. “Monte muito alto” – a montanha indica o lugar de encontro com Deus
. “Roupa brilhante”, (“luz”) ¬. Quanto mais luz coloco num ambiente escuro, mais claro ele se tornará. Quanto mais Palavra de Deus  tiver em  mim, mais a luz de Deus brilhará em minha vida.
. “Tendas”- lugares de repouso e de oração.
. “Nuvem e sombra” simbolizam a presença de Deus.
Jesus se  revela como verdadeiro Filho de Deus, Mestre a quem devo escutar e seguir em seu caminho de cruz e ressurreição.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Preciso  me aproximar mais e escutar a Palavra, condição para aprender do Mestre  e ser  seu/sua discípulo/a. 
Meditando
Disseram os bispos, em Aparecida: "O amadurecimento no seguimento de Cristo e a paixão por anunciá-lo requerem que a Igreja local se renove constantemente em sua vida e ardor missionário. Só assim pode ser, para todos os batizados, casa e escola de comunhão, de participação e solidariedade. Em sua realidade social concreta, o discípulo tem a experiência do encontro com Jesus Cristo vivo, amadurece sua vocação cristã, descobre a riqueza e a graça de ser missionário e anuncia a palavra com alegria." (DAp 167).

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Com esta oração de Alberione, expresso minha adesão e desejo de seguir Jesus.
Jesus Mestre,
que eu pense com a tua inteligência
e com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu Coração...
Que eu veja sempre com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça somente com teus ouvidos.
Que eu saboreie aquilo que tu gostas.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés sigam os teus passos.
Que eu reze com as tuas orações.
Que meu tratamento seja o teu.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim.
(Bem-aventurado Tiago  Alberione)

4.Contemplação (Vida)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Levo comigo a luz de Jesus transfigurado. Quanto mais luz levar em meus olhos, minhas mãos, minhas palavras, mais iluminado estará o mundo em que vivo.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-
Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.

- Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

I. Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Mc 8,34-9,1 - Chamado e condições para seguir Jesus



Invoco, com todos os internautas,
 a luz do Espírito Santo para a Leitura Orante da Palavra.
Ó Espírito Santo,
dá-me um coração grande,
aberto à tua silenciosa e forte palavra inspiradora.


1. Leitura  (Verdade)
- O que a Palavra diz? Leio na Bíblia o texto Mc 8,34-9,1
Aí Jesus chamou a multidão e os discípulos e disse:
- Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa e por causa do evangelho terá a vida verdadeira. O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira? Pois não há nada que poderá pagar para ter de volta essa vida. Portanto, se nesta época de incredulidade e maldade alguém tiver vergonha de mim e dos meus ensinamentos, então o Filho do Homem, quando vier na glória do seu Pai com os santos anjos, também terá vergonha dessa pessoa.
E Jesus terminou, dizendo:
- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: estão aqui algumas pessoas que não morrerão antes de verem o Reino de Deus chegar com poder.

Refletindo
Jesus convida a  segui-lo e indica o itinerário:
Primeiro, renunciar a si mesmo. O que significa isto? Significa renunciar a toda ambição de poder, domínio, prestígio.
Em segundo lugar,  o discípulo deve tomar a sua cruz e segui-lo. Quer dizer: aceitar, até às últimas conseqüências, as dificuldades, limites, barreiras.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Como discípulo/a de Jesus, sou capaz de renunciar a mim mesmo/a, ou seja,  não usar a fé, cargos e posições na comunidade para alimentar minha vaidade e poder? Sou capaz de sofrer, renunciando ao meu bem-estar em favor de outras pessoas? 

Meditando
Em Aparecida, disseram os bispos: "
" A própria vocação, a própria liberdade e a própria originalidade são dons de Deus para a plenitude e a serviço do mundo.
Diante da exclusão, Jesus defende os direitos dos fracos e a vida digna de todo ser humano. De seu Mestre, o discípulo tem aprendido a lutar contra toda forma de desprezo da vida e de exploração da pessoa humana. Só o Senhor é autor e dono da vida. O ser humano, sua imagem vivente, é sempre sagrado, desde a sua concepção até a sua morte natural; em todas as circunstâncias e condições de sua vida. Diante das estruturas de morte, Jesus faz presente a vida plena. “Eu vim para dar vida aos homens e para que a tenham em abundância” (Jo 10,10). Por isso, cura os enfermos, expulsa os demônios e compromete os discípulos na promoção da dignidade humana e de relacionamentos sociais fundados na justiça" (DAp 111-112).

3.Oração (Vida)
Rezo com o Bem-aventurado Alberione:
Mestre: a tua vida me  traça o caminho;
a tua doutrina confirma e ilumina os meus  passos;
a tua graça me sustenta e me  conduz no caminho do céu.
Tu és perfeito Mestre: dás  o exemplo,
me  ensinas e me animas  a seguir-te.

4. Contemplação (Vida)
 - Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Renovo o compromisso de seguimento de Jesus e peço-lhe que  abençoe o meu desejo de testemunhar e fazer o bem.

 Bênção
"O Senhor te abençoe e te guarde.
O Senhor faça brilhar sobre ti sua face, e se compadeça de ti.
O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz” (Nm 6, 24-26).
Em nome do Pai...

I. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Mc 8,27-33 - Quem é Jesus para mim?

Preparo-me para a Leitura Orante,
com todos os internautas, rezando,
com Santa Catarina de Sena:
Senhor,
Tu me olhas e me  conheces!
Entendi isso na tua luz.


1. Leitura (Verdade)
 - O que a Palavra diz?
Leio na Bíblia o texto do dia em Mc 8,27-33.
Depois Jesus e os seus discípulos foram para os povoados que ficam perto de Cesaréia de Filipe. No caminho, ele lhes perguntou:
- Quem o povo diz que eu sou?
Os discípulos responderam:
- Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é um dos profetas.
- E vocês? Quem vocês dizem que eu sou? - perguntou Jesus.
- O senhor é o Messias! - respondeu Pedro.
Então Jesus proibiu os discípulos de contarem isso a qualquer pessoa.
Jesus começou a ensinar os discípulos, dizendo:
- O Filho do Homem terá de sofrer muito. Ele será rejeitado pelos líderes judeus, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da Lei. Será morto e, três dias depois, ressuscitará.
Jesus dizia isso com toda a clareza. Então Pedro o levou para um lado e começou a repreendê-lo. Jesus virou-se, olhou para os discípulos e repreendeu Pedro, dizendo:
- Saia da minha frente, Satanás! Você está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa.
Refletindo
No Evangelho de ontem (Mc 8,22-26) o cego não enxergou totalmente, de início. Só numa segunda tentativa, o homem  enxergou perfeitamente. O mesmo acontece com Pedro e os outros discípulos. Dizendo que Jesus era o Messias, Pedro era como o cego curado pela metade. Reconhecia o Messias, mas sem a cruz!  Jesus completa a cura da  visão dele  falando  que era preciso que o Filho do Homem sofresse, carregasse a cruz, morresse e ressuscitasse ao terceiro dia. É sincero! Esta palavra, na sua etimologia - "sin cero" - significa "sem cera" ou "sem máscara", transparente.

2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Posso me perguntar:
Quem é Jesus Cristo para mim? Aceito as verdades da fé na sua totalidade? Ou uso meias medidas, máscaras? Aceito Jesus Cristo como realmente é, ou o faço conforme me convém?  Acolho a Palavra como é, ou  a interpreto segundo meu modo de ver, para justificar minhas atitudes? 
Meditando
Em Aparecida, os bispos afirmaram:"
"Como discípulos de Jesus reconhecemos que Ele é o primeiro e maior evangelizador enviado por Deus (cf. Lc 4,44) e, ao mesmo tempo, o Evangelho de Deus (cf. Rm 1,3). Cremos e anunciamos “a boa nova de Jesus, Messias, Filho de Deus” (Mc 1,1). Como filhos obedientes á voz do Pai queremos escutar a Jesus (cf. Lc 9,35) porque Ele é o único Mestre (cf. Mt 23,8). Como seus discípulos sabemos que suas palavras são Espírito e Vida (cf. Jo 6,63.68). Com a alegria da fé somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, n’Ele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação." (DAp 103).

3.Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Rezo a Jesus Mestre

Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai minha fé.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, atraí todos à vossa escola.
Jesus Mestre, libertai-me do erro,
dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós,
tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
Jesus, caminho da santidade,
tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus caminho,
tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus.
Jesus vida, vivei em mim, para que eu viva em vós.
Jesus vida, não permitais que eu me separe de vós.
Jesus Vida,
fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica
diante das pessoas.
Jesus vida, fazei que minha presença contagie a todos
com o vosso amor e a vossa alegria.
( bem-aventurado Alberione)
 
4.Contemplação/Missão  (Vida)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Viverei hoje com um novo olhar:  a certeza de que Jesus Cristo em quem acredito é o Filho de Deus vivo.

 
Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 

Em nome do Pai...


 
I. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Mc 8,22-26 - Que Jesus nos tome pela mão


Preparo-me para a Leitura Orante de hoje,
fechando os olhos por uns instantes e,
colocando-me na presença de Deus,
peço a Ele  que toque em mim,
que toque no coração de todos
que circulam pela rede virtual.


Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Espírito Santo
que procede do Pai e do Filho,
tu estás em mim, falas em mim,
rezas em mim, ages em mim.
Ensina-me a fazer espaço à tua palavra,
à tua oração,
à tua ação em mim
para que eu possa conhecer
o mistério da vontade do Pai.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz? Leio, na Bíblia, o texto do dia: Mc 8,22-26.
Depois Jesus e os discípulos chegaram ao povoado de Betsaida. Algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus que tocasse nele. Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Então cuspiu, passou a saliva nos olhos do homem, pôs a mão sobre ele e perguntou:
- Você está vendo alguma coisa?
O homem olhou e disse:
- Vejo pessoas; elas parecem árvores, mas estão andando. Jesus pôs outra vez as mãos sobre os olhos dele. Dessa vez o cego olhou firme e ficou curado; aí começou a ver tudo muito bem. Em seguida, Jesus mandou o homem para casa e ordenou:
- Não volte para o povoado!
Refletindo
Agora procuro compreender melhor o texto do Evangelho. Algumas pessoas com visão levaram o cego a Jesus. O cego assumiu sua cegueira. Deixou-se conduzir pela mão por Jesus;  deixou que o levasse para fora do povoado, e cuspisse nos seus olhos, impondo-lhe as mãos. "Estou vendo as pessoas como se fossem árvores andando", disse o homem. Ele via de forma confusa. Parece que lhe faltava mais luz, nitidez. Então, Jesus impôs de novo as mãos sobre os olhos dele e ele começou a enxergar perfeitamente. A conversão de qualquer pessoa passa também por um processo - vai enxergando aos poucos. Só se converte quem se deixa conduzir por Jesus Cristo, que se deixa tomar pelas mãos por Ele.

2. Meditação (Caminho) 
- O que a Palavra diz para mim? Também eu, você, confundimos pessoas com árvores, ou seja: ideal com realidade, pessoas com coisas.O homem via sem nitidez. Às vezes, no olhar da vida, perdemos a nitidez, quando somos permissivos, damos um "jeitinho" e a nossa fé vai ficando descolorida, sem brilho, sem expressão,  sem luz, sem clareza. O apóstolo Paulo, quando perseguia os cristãos, caiu por terra e nada enxergava. Precisou da ajuda de Ananias, esteve três dias sem comer ou beber e sem enxergar. Às vezes, não enxergamos bem dentro de nós. Temos uma espécie espécie de embaçamento que pode ser causado pelo nosso egoísmo, superstições, nossas fraquezas, falta de perdão, inseguranças, mistura de crenças,  inconstância, falta de solidariedade. São como "escamas", como aconteceu com Paulo. 
Meditando
Disseram os bispos, em Aparecida: 
"Nossa maior ameaça  é “a fé que vai se desgastando e degenerando em mesquinhez” A todos nós toca “recomeçar a partir de Cristo”. (DAp 12).
É preciso romper tudo isto que nos impede de ver  e caminhar. Deixemos que Jesus nos tome  pela mão.
 
3.Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Rezo com Paulo VI:
Oração para pedir a Fé
Senhor, eu creio, eu quero crer em Ti.
Senhor, faze que a minha fé seja total, sem reserva;
que ela penetre no meu pensamento e na minha maneira de
julgar as coisas divinas e as coisas humanas.

4. Contemplação (Vida e Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? Um novo olhar e nova disposição:
Quero olhar o mundo e as pessoas como são, com o olhar transparente, limpo,
livre de distorções.

 
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

I. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br